Crianças de até cinco anos devem ser vacinadas contra poliomielite e sarampo
SAÚDE l 10/11/2014 08h49

Começou neste sábado (8) a Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite e seguimento de Sarampo (tríplice viral). No Paraná, o público-alvo da campanha é formado por 657.284 crianças a partir seis meses de idade e até quatro anos 11 meses e 29 dias, para a poliomielite, e 580.213 crianças a partir de um ano até quatro anos 11 meses e 29 dias para o sarampo. A campanha termina no dia 28 de novembro. 

A meta é imunizar 95% do público-alvo no Estado. O superintendente de Vigilância em Saúde, Sezifredo Paz, afirma que as campanhas de vacinação são importantes porque impedem a circulação dos vírus. “A vacinação deve acontecer em todos os municípios, com a imunização do maior número possível de crianças”, explica. 

ORAL E INJETÁVEL
A dose da vacina contra a pólio é oral (gotinhas) e tríplice viral injetável. A tríplice viral protege contra o sarampo, rubéola e caxumba. 

O coordenador do Programa Estadual de Imunização, João Luís Crivellaro, recomenda que os pais e responsáveis levem a carteirinha de vacinação da criança, que contém informações importantes, e aproveitem a ida ao posto de saúde para atualizar a carteira com as vacinas que estão em atraso. “A criança pode receber mais de uma vacina no mesmo dia, sem problemas”, ressalta. 

ERRADICADOS
Tanto o sarampo quanto a poliomielite estão erradicados no Paraná. O Estado não registra casos de sarampo desde 2000. No entanto, estados da região nordeste do Brasil tiveram casos confirmados de sarampo em 2014. 


Já a poliomielite está erradicada no Brasil. Em 1994 o país recebeu da Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS) a certificação de área livre de circulação do poliovirus. De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), 10 países localizados na Ásia Central, Oriente Médio e África Central ainda registram casos da doença. 

Veja Também
Comentários