Alunos de Santa Cruz de Monte Castelo ficam sem aulas até sexta-feira por surto de meningite
MONTE CASTELO l 24/10/2017 09h19
Os alunos das redes municipal e estadual de Santa Cruz de Monte Castelo tiveram a suspensão das aulas prorrogada até sexta-feira (27), por causa do surto de meningite viral registrado na cidade. De acordo com a prefeitura, as aulas serão retomadas na segunda-feira (30).

Santa Cruz de Monte Castelo tem nove casos confirmados de meningite viral, segundo a Secretaria Municipal de Saúde. A prefeitura informou que a suspensão é para prevenir o aumento de casos da doença.

As aulas na cidade foram suspensas na quarta-feira (18). Santa Cruz de Monte Castelo tem 500 alunos matriculados nas quatro escolas da rede estadual de ensino, e outros 1.005 alunos nas duas escolas e duas creches do município.

Entre janeiro e setembro deste ano, segundo dados da Secretaria Estadual de Saúde (Sesa), foram registrados 945 casos no Paraná, sendo 588 de meningite viral. Oito pessoas morreram neste período.

A doença

A médica Ana Escobar explica que a meningite pode ser uma doença fatal e que dependendo do tipo, em apenas algumas horas após o início dos sintomas, adultos ou crianças podem necessitar de UTI, com quadro clínico de bastante gravidade.

A meningite bacteriana é a mais grave. A viral, segundo a médica, pode até ser tratada em casa e não requer nenhum medicamento específico. Ana Escobar acrescenta que a doença sara sozinha e, na maior parte dos casos, sem deixar sequela.

A transmissão ocorre via respiratória.

Sintomas da meningite

Os sintomas iniciais da meningite bacteriana e viral são similares: começa com febre e uma forte dor de cabeça. Esta dor de cabeça acontece, em muitos casos, na cabeça inteira e é um dos sintomas que mais chamam a atenção – a pressão intracraniana aumenta muito. Fica difícil encostar o queixo no tórax.

Um indicativo de gravidade ocorre na bacteriana, quando pequenas bolinhas vermelho- arroxeadas aparecem pelo corpo, especialmente nos membros inferiores.

Existem vacinas contra os meningococos A, B, C, W e Y. A vacina contra o sorotipo C, que é atualmente o mais incidente, está disponível na rede pública para bebês a partir de dois meses.

A vacina contra os outros sorotipos está disponível apenas nas clínicas privadas. A vacina contra o meningococo tipo B é recente e pode também ser aplicada em bebês.

Fonte: RPC TV / Globo.com

Veja Também
Comentários