Especialista explica quais são as piores posições para dormir
SONO l 08/07/2013 18h14

Uma boa noite de sono repõe as energias e deixa qualquer um pronto para as atividades do dia seguinte. Se você acorda cansado e com dores no corpo, pode estar dormindo em uma posição que prejudica sua coluna ou, até mesmo, usando o travesseiro errado. O quiropraxista Jason Gilbert dá dicas para acordar novo em folha no dia seguinte.

Travesseiro
Segundo Gilbert, a coluna vertebral deve se manter reta e a primeira forma de evitar que ela fique curvada é prestar atenção na altura do travesseiro. Os muito altos ou baixos demais devem ser evitados, assim como muito duros ou muito moles. O certo é aquele que mantém a curvatura do pescoço quando a pessoa está deitada com a barriga para cima. A dica do quiropraxista são os travesseiros que têm aproximadamente quatro dedos de altura.

Posições
Dormir de bruços pode ser uma delícia, mas é a pior posição para a saúde, porque força a região lombar e a região cervical. Além disso, o pescoço fica totalmente tracionado e rotacionado, o que causa um desgaste e uma tensão nos nervos e músculos. Isso pode causar torcicolo, dor de cabeça e em longo prazo redução na amplitude do movimento do pescoço. Para aqueles que não conseguem dormir em outra posição, o quiropraxista aconselha que a pessoa não utilize o travesseiro para diminuir os impactos.

Apesar de parecer inofensivo, dormir de barriga para cima pode ser prejudicial se as pernas estiverem totalmente esticadas, porque isso causa uma sobrecarga na região lombar. Nesse caso, Gilbert aconselha a posicionar um travesseiro atrás do joelho para amenizar essa tensão muscular. Esparramar-se na cama é uma relaxante, mas também é prejudicial à saúde da coluna. Nessa posição, a coluna fica torta e há uma sobrecarga na região lombar. A posição mais indicada para uma boa noite de sono é dormir de lado com as pernas alinhadas e um travesseiro entre os joelhos para reduzir a carga nos quadris e coluna lombar. Abraçar um travesseiro para acomodar as mãos também é uma boa dica para não causar pressão na região cervical.

Fonte: UOL

Comentários